Esparregado de espinafre

ESPARREGADO DE ESPINAFRE

Esparregado de espinafre

Esparregado de espinafre

Ingredientes:

1 maço de espinafre

3 colheres (sopa) de manteiga

3 colheres (sopa) de farinha de trigo

leite o suficiente

sal à gosto

pimenta-do-reino à gosto

noz moscada à gosto

Modo de Preparo:

Cozinhe as folhas de espinafre na própria água. Não precisa acrescentar água na panela, pois conforme o espinafre vai cozinhando solta bastante água. Assim que estiver bem molinho, escorra a água. Num liquidificador ou mixer bata o espinafre já frio, até virar um purê. Reserve.

Faça o molho branco. Em uma panela coloque a manteiga e deixe derreter, acrescente a farinha. Mexa até que a farinha absorva toda a manteiga. Adicione leite aos poucos, até que o molho fique na consistência desejada – de preferência nem muito líquido nem muito duro. Não esqueça que, enquanto estiver quente, a consistência é mais líquida do que quando esfriar. Baixe o fogo ao mínimo.

Junte o espinafre misturando muito bem até ficar uma mistura homogênea. Tempere com sal, pimenta e noz moscada à gosto. Se quiser deixe engrossar um pouco mais. Sirva acompanhando do Bacalhau com Natas.

Publicado em Alimentação, Não categorizado, Truques & Astúcias | 1 Comentário

Bacalhau com natas

Bacalhau com natas

(Bacalhau desfiado ou em lascas envolvido num refogado de cebola juntamente com batatas fritas, molho bechamel e natas (creme de leite fresco, que vai ao forno para dourar).

Bacalhau com natas

Bacalhau com natas

Ingredientes

  • 4 postas bacalhau dessalgado
  • 1k g batatas
  • 100 ml azeite
  • 2 cebolas médias
  • 3 dentes alho
  • 40 g farinha de trigo
  • 40 g manteiga
  • 2.50 ml leite
  • 2.50 ml natas
  • Quanto baste de sal
  • Quanto baste de pimenta do reino
  • Quanto baste de noz moscada
  • Quanto baste de suco de limão
  • 10 colheres de pão ralado chá ou queijo

Modo de preparo:

  • Cozinhe o bacalhau durante três minutos em  ½ litro de água. Retire a pele e as espinhas e parta-o em lascas pequenas. Reserve a água.  Continue lendo
Publicado em Alimentação, Festas, Não categorizado | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

Pão Caseiro

Essa é uma receita de família. Rende 3 pães caseiros de tamanho médio e têm textura bem macia.
 

Pão caseiro

Pão caseiro

Pão Caseiro 

Ingredientes

700g de farinha de trigo
3 colheres (sopa) de manteiga (pode ser margarina culinária)
3 ovos
3 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de sal
250ml de leite
30g de fermento fresco para pão (ou um saquinho daqueles de fermento
seco para pão

Como fazer  Continue lendo

Publicado em Alimentação, Café da manhã, Não categorizado, Truques & Astúcias | Marcado com , , | Deixe um comentário

Cocar Café – voltando ao normal!

 

Paella

Paella

Depois de uma longa temporada longe da internet e sem tempo para escrever no blog, por fim consigo sentar e escrever alguma coisa por aqui!

Estive sem tempo para me dedicar ao CocarCafe, mas, por fim estou organizando-me  para postar novas receitas que estive testando ao longo deste período. Assim, espero logo poder reencontrar com os meus leitores(as) e compartir momentos, receitas e muitas novidades com todos(as)…

Feliz 2013!

Alim Soares

Publicado em Não categorizado | Marcado com , | Deixe um comentário

Chá de hibisco

O hibisco (Hibiscus sabdariffa L.)– também conhecido como hibiscus, rosela, groselha, azedinha, quiabo-azedo, caruru-azedo, caruru-da-guiné e quiabo-de-angola – é antiespasmódico, antiinflamatório, redutor da hipertensão, antioxidante natural, diurético, laxante suave e auxiliar nas dietas de emagrecimento, além de ser usado para combater problemas respiratórios, bronquites, gripes, resfriados, gastrite e afecções da pele.  

O chá de hibisco é feito das flores e botões do Hibiscus sabdariffa, espécie diferente daquela ornamental, comum nos jardins, portanto confira o nome científico da planta no rótulo antes de comprar.

O chá contém concentrações elevadas de polissacarídeos e flavonóides – protetores contra os radicais livres. Rico em cálcio, magnésio, ferro e vitaminas A e C, o hibisco contém fitoquímicos, altos teores de antocianinas, ácido tartárico, málico, cítrico e hibístico, fitosteróis, além de quantidade significativa de fibras alimentares. Ajuda a emagrecer porque estimula o metabolismo, tem ação digestiva e diurética e reduz o colesterol ruim e as taxas de lipídios e glicose totais no sangue, colaborando também na prevenção da diabete tipo 2.

A ação diurética do hibisco, além de ajudar a normalizar a pressão arterial, diminui a retenção de líquidos, uma das responsáveis pela formação e agravamento da celulite.

Atenção! 

  •  Recomenda-se consumir de preferência o hibisco cultivado de forma orgânica, pois estudos revelam que a quantidade fitoquímica produzida está associada ao estresse sofrido pela planta. Ou seja, os vegetais orgânicos, por serem menos protegidos, podem conter maiores quantidades desses fitoquímicos, substâncias especialmente importantes na prevenção de câncer.
  •  O Hibiscus sabdariffa não é o hibisco ornamental comum nos jardins do Brasil, conhecido popularmente como hibisco-da-china ou rosa-sinensis.
Publicado em Colesterol, Saúde | 1 Comentário

Ano Novo

Caros amigos leitores,

Primeiramente desejamos um Feliz 2012 para você e sua família. Continuamos juntos novamente nesse canal para seguirmos nossas discussões de tópicos e receitas sobre uma correta forma de alimentação saudável.

Agradecemos a cada um de vocês pela atenção e participação nos assuntos que tratamos aqui durante 2011. Estivemos ausentes algumas semanas devido ao período de festas e férias.

Continuaremos desde já os nossos novos posts e seguimos contando com a sua  opinião e sugestão para construirmos juntos a essência  do blog.

Um forte abraço,

CocarCafé

 

 

Publicado em Não categorizado | Deixe um comentário

Chia – a riqueza dos aztecas

As sementes de chia são um dos alimentos mais poderosos, funcionais e nutricionais do mundo, porque são uma excelente fonte de fibras, antioxidantes e minerais, e a fonte vegetal conhecida mais rica em em ácidos graxos ômega 3 - melhorando a saúde cardiovascular e a circulação sanguínea. Además, ajuda a regular múltiplas funções do nosso corpo como a inflamação e a dor. Contém também  ômega 6 e 9  favorecendo no desenvolvimento muscular de crianças e adolecentes. Ainda mais rica do que a Quinoa, por exemplo. Ela possui também alto teor de proteínas, vitaminas B1, B2, B3, e minerais tais como fósforo, calcio, potássio, magnésio, ferro, zinco e cobre .

Estas sementes são originárias da planta do deserto Salvia Hispanica, da família da menta, no sul do México. Há sementes cinzentas, castanhas, pretas e brancas. A variedade de sementes brancas é designada como Salba.

Na Era Pré-Colombiana, as sementes de chia eram um componente das dietas aztecas e maias. A chia representava a ração de sobrevivência dos guerreiros aztecas. 2 colheres de sopa destas sementes conseguiam suster um guerreiro que marchava durante 24 horas. Os aztecas pagavam os seus impostos com estas sementes que eram, também, usadas como moeda.

Sugestão de utilização: pode espalhar as sementes inteiras ou moídas em cereais, iogurtes, saladas, etc. Pode ainda moê-las e adicioná-las à farinha para fazer pão. Também pode usá-las como bebida fresca, colocando 2 colheres de chá de sementes de chia em 250 ml de água, mexendo e deixando repousar até criar um líquido ligeiramente gelatinoso. As sementes conseguem absorver várias vezes o seu peso em água formando assim uma espécie de gelatina,  que pode ser usada em alguns casos como substituta de ovo.

Conclusão:

  • A mais rica fonte de ômega 3 e fibra de todos os vegetais
  • Seis vezes mais cálcio do que o leite integral
  •  Três vezes mais ferro do que o espinafre
  • Quinze  vezes  mais magnésio do que o brócolis

É adquirida em qualquer loja de produtos naturais ou em lojas de produtos para animais (estas sementes também são utilizadas como ração de pássaros, mas podem ser perfeitamente consumidas pelos humanos também).

Hoje em dia, estudos científicos provam que a chia proporciona grande número de nutrientes interessantes, de tal modo que esta semente mágica está sendo redescoberta pelos nutricionistas e ganhando rapidamente uma enorme popularidade, quer seja na alimentação humana ou na dos animais. Atualmente a chia é cultivada para fins comerciais no México, Argentina, Bolívia, Peru e Colômbia.

A chia pertence, exatamente como o psílio e a linhaça, às sementes mucilaginosas. Estas sementes são de fato ricas em mucopolis-sacarídeos e constituem uma excelente fonte de fibras alimentares solúveis e insolúveis. São os mucopolissacarídeos solúveis que formam um gel mucoso incolor à superfície das sementes, quando entram em contato com a água. Quando se mete um punhado de sementes de chia num copo com água, constata-se que após alguns minutos o copo está cheio com um tipo de gel pectinoso. Estas mucilagens são benéficas para os intestinos. Em primeiro lugar podem fixar até 12 vezes o seu peso em água, o que faz que melhorem a qualidade e a consistência das fezes em caso de diarreia. Além disso, estes mucopolissacarídeos constituem também uma camada de mucilagem na parede intestinal de tal modo que as bactérias patogénicas são travadas nos seus efeitos danificadores e que as mucosas do intestino possam se recuperar mais rápido.

Publicado em Alimentação, Saúde | Deixe um comentário